Notícias

Saiba como cuidar do seu condomínio com boas práticas de gestão de pessoas

5 dicas de gestão de pessoas para implantar em seu condomínio e facilitar a governança

 

Assumir uma função de liderança exige preparação e fôlego para enfrentar diversos desafios. Ser síndico de um condomínio, por exemplo, pode parecer algo simples quando visto de fora, mas é uma tarefa árdua conciliar moradores e gerir funcionários. Já que um condomínio é feito de pessoas, para que tudo funcione da melhor maneira é importante que o síndico conheça sobre gestão de pessoas. Isso mesmo, gestão de pessoas não é algo exclusivo de empresas: diversas técnicas podem ser aplicadas para cuidar de um condomínio. Aqui estão 5 dicas eficazes que certamente vão ajudar a reduzir o estresse que o cargo de síndico pode causar.

 

1 – Seja aberto ao diálogo

 

Cuidado ao tomar decisões importantes sozinho, sem ouvir ninguém, principalmente se o seu condomínio tiver um Conselho de Moradores. O caminho é saber ouvir o que o Conselho tem a dizer, afinal esse órgão serve para isso. Quando o síndico é capaz de dividir tarefas e permitir que assuntos sejam resolvidos por meio do consenso de um grupo, a governança fica mais simples e tira um peso imenso das suas costas.

 

2 – Estimule a participação dos moradores nas reuniões de condomínio

 

Se for possível resumir muitas assembleias de condomínios em uma única palavra ela seria: PROBLEMAS! Discussões, reclamações e falta de consenso costumam ser comuns nessas reuniões, não é mesmo?

Por causa disso, muitos moradores não participam das assembleias ou, quando vão, simplesmente não opinam sobre nada (e depois ficam comentando algo com os vizinhos).

Um bom caminho para transformar essas reuniões é torná-las menos maçantes. Criar um ambiente descontraído ajuda a melhorar a interação entre os moradores e os gestores do condomínio. Não dê foco aos problemas logo no início da reunião. Mostre o que ocorreu de legal, as boas iniciativas, elogie moradores e colegas de gestão. Isso ajuda a aproximar as pessoas e a aumentar a participação nas próximas reuniões.

 

3 – Seja sempre transparente

 

Se a situação financeira do condomínio estiver difícil e as contas permanecerem no vermelho por um bom tempo, seja sincero com a equipe que te ajuda na administração e com os moradores. Em nenhuma situação queira “governar com punhos de aço”, tentando resolver tudo sozinho.

Vale lembrar que a exatidão deve ser uma parceira na hora de tabelar os dados financeiros do condomínio. Para facilitar a rotina de administração, liste todos os gastos fixos do condomínio, como contas de luz e salários dos colaboradores, por exemplo. Os moradores podem e devem analisar as despesas do condomínio, por isso, mantenha arquivados todos os recibos, notas fiscais e cópias do balancete detalhado.

 

4 – Trabalhe por melhorias

 

Acabe com o mito que o síndico é o único e o grande responsável pelo condomínio. Com muita tranquilidade, mostre aos moradores que todos devem zelar pelo bem-estar do local. Colocar uma caixa de sugestões pode ser um bom começo para ouvir o que os moradores têm a dizer sobre sua administração.

Seja para os síndicos com pouca experiência, seja para os veteranos, algo que ajuda a melhorar a governança é a constante atualização. Leia muito sobre técnicas de administração, sobre novidades tecnológicas para condomínios ou qualquer assunto que possa ser do interesse de todos moradores. Com isso, você estará preparado para responder qualquer tema que possa vir a surgir em reuniões.

 

5 – Lidere sua equipe de trabalho

 

Zeladores, porteiros e seguranças são os principais responsáveis pelo funcionamento adequado do condomínio. São eles que fazem tudo fluir da melhor maneira possível. Por isso, é fundamental saber escutar o que os funcionários têm a dizer sobre as rotinas de serviço e os estimular a desenvolver um bom trabalho. Sempre que necessário, dê feedback sobre suas atividades, mostrando como eles podem fazer algo melhor ou elogiando um serviço bem feito.

No entanto, para liderar, é preciso ir além disso. Aprenda sobre a legislação trabalhista vigente e forneça todos os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) necessários para os colaboradores e os incentive a usá-los em suas tarefas.

Se prepare para as datas comemorativas, tais como: aniversários, dia do zelador e dia porteiro. É muito bom ser lembrado, reconhecido pelo trabalho que se desempenha. Com isso, eles vão se sentir valorizados e se tornar parceiros da administração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *